terça-feira, 4 de outubro de 2011

Louco em esperteza

Os advogados de defesa do ex-diretor da Assembleia, Abib Miguel, vulgo “Bibinho”, conseguiram na Justiça suspender os processos contra o seu cliente. A alegação é que ele passa por transtornos psiquiátricos A juíza Ângela Regina Ramina de Lucca, da 9.ª Vara Criminal de Curitiba, acatou o pedido da defesa e suspendeu os dois processos criminais nos quais ele é acusado de desviar mais de 200 milhões do erário.

Minha tia de Bituruna fez uma observação interessante: louco que é louco rasga dinheiro, e pelo que se tem notícia o malaco ex-diretor não fez isso e nem devolveu um centavo sequer.

1 comentários:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA 4 de outubro de 2011 14:36  

Eu já disse num outro blog, repito: o MP não vai engolir essa com casca tão fininha... Espere só pra ver.

  © GAZETA MARINGAENSE O PORTA-VOZ DA COMUNIDADE. template Configurado por Carlos Jota Silva 2010

Voltar ao TOPO