sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Improbidade

O Ministério Público do Estado pediu ontem, à Justiça, o afastamento do prefeito Gilberto Kassab (PSD) por suposta fraude no contrato e na execução do programa de inspeção veicular ambiental.
Acusado de improbidade administrativa, Kassab poderá perder sua função pública, ter suspensos direitos políticos de cinco a oito anos e ter de pagar multa bilionária.
A ação civil pública da Promotoria solicita, ainda, a suspensão do contrato com a empresa responsável pelo serviço, a Controlar.
O contrato foi assinado em 1995, na gestão Paulo Maluf (PP).
A Promotoria pede, ainda, o sequestro dos bens de todos os réus da ação até o limite de R$ 1,05 bilhão para reparação de danos.

Fonte: Agora SP

1 comentários:

LOYRA*SP 26 de novembro de 2011 00:39  

É... pediu ontem o afastamento e DESPEDIU hoje.
Sei!

  © GAZETA MARINGAENSE O PORTA-VOZ DA COMUNIDADE. template Configurado por Carlos Jota Silva 2010

Voltar ao TOPO