sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Nova modalidade do Programa Minha Casa, Minha Vida

O Ministério das Cidades publicou hoje (11), no Diário Oficial da União uma oferta pública de recursos para as instituições financeiras para atender uma nova modalidade do Programa Minha Casa, Minha Vida voltada para os municípios de até 50 mil habitantes. Em todo o país serão construídas 110 mil novas moradias para a faixa de até três salários mínimos.
A outra novidade é que subvenção do governo passara de R$ 17 mil para R$ 25 mil nessa modalidade e os municípios poderão construir de 10 a 100 unidades habitacionais a fundo perdido, pelo Programa Nacional de Habitação Urbana - PNHU.
”Agora os bancos foram chamados por esta oferta pública para apresentarem propostas de financiamento, nos próximos dias os municípios de até 50 mil habitantes serão convocados pela presidenta Dilma para conhecerem a nova modalidade e apresentarem  seus projetos”, afirmou Vargas.
O deputado reforça o alerta para os municípios fiquem atentos. Pois será um processo rápido e as cidades já deverão ter que disponibilizar terrenos e garantir a infraestrutura, como água e energia, junto aos governos estaduais..
Vargas foi relator das duas etapas do Minha casa, Minha Vida na Câmara e procurou incluir os municípios menores no programa federal.

1 comentários:

LOYRA*SP 14 de novembro de 2011 17:29  

Mas se vc quiser entrar de boa, é só ter um conhecido no "movimento", se filiar a qq partido pseudo-esquerda e pronto, voce terá sua casa, sem precisar, sem fazer reunião, sem fazer ficha. Interessante, né?
E PURA NOVIDADE!
afff

  © GAZETA MARINGAENSE O PORTA-VOZ DA COMUNIDADE. template Configurado por Carlos Jota Silva 2010

Voltar ao TOPO