sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Se deu mal

Um goiano conseguiu na Justiça a anulação de seu casamento, pois durante a lua de mel, descobriu que a mulher estava grávida de outro. Como ele não tinha tido relações sexuais com a dita-cuja, pois ela teria alegado que por pertencer a uma igreja evangélica não podia transar antes do casamento, ele respeitou a vontade dela, mas ela o enganou, pois já casou grávida. A juíza que cuidou do caso determinou o cancelamento do enlace. A moça ainda vai ter que pagar as custas e despesas processuais, além dos honorários advocatícios.

1 comentários:

mais um,  9 de setembro de 2011 19:53  

Resta a ele, como bom goiano, procurar outro e formar mais uma dupla sertaneja.

  © GAZETA MARINGAENSE O PORTA-VOZ DA COMUNIDADE. template Configurado por Carlos Jota Silva 2010

Voltar ao TOPO