segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Um dos maiores embustes da política maringaense

Por Paulo Vidigal

Demorei para tornar pública minha opinião sobre o aumento do número de vereadores. Mas a intensidade dos acontecimentos me obrigam à publicizar essa opinião.
O que está acontecendo é um dos maiores embustes na história da política maringaense.  Organizações políticas, entidades, igrejas e a grande mídia tentam ganhar força numa onda que é fácil surfar. Afinal, quem seria contra na redução de gastos públicos?  Essas organizações se dizem estar falando em nome da sociedade civil organizada: “Ouvimos a sociedade, ela não quer o aumento do número de vereadores”. Pergunto: por que em vários outros momentos da política local essas organizações também não ouviram a população?  Por exemplo, quando verbas foram destinadas à construção do Parque do Japão, essas entidades foram ouvir a população para saber se concordavam com essa prioridade? Não. Teriam essas organizações ouvido a população para saber se ela concordava que fossem destinadas verbas do Hospital Municipal para a manutenção de parques e jardins? Também não. Qual foi a posição dessas organizações na época em que esses fatos aconteceram? Ouviram a população que era contra isso? A resposta é não.  E tudo isso aconteceu, sem maiores alardes daqueles que hoje falam em nome da sociedade. 
Mais.

2 comentários:

Cidadão,  12 de setembro de 2011 19:53  

Quem conhece a história da igreja sabe que ela sempre defendeu os poderosos. Portanto, ela defende 15 vereadores em associação com pinga-fogo, acim...que se dizem representantes da sociedade civil.
Se estas entidades defendem alguma coisa, podemos estar certos que não é a favor das massas menos favorecidas.
São outros os ionteresses.
Mas eles conseguiram iludir a opinião pública e vários dos atuais vereadores, sem personalidade, estão modificando o seu voto.
Bom. Surge a informação de que pela constituição federal, Maringá terá que ter 23 vereadores. Os atuais edis desconhecem a CF.

Anônimo,  14 de setembro de 2011 13:55  

O amigo Cidadão , tb esqueceu de citar ,que vereadores corruptos , ficha suja, ja teria sido cassado,se nao fossem os interesses destes hipócritas, que diz representar a sociedade civil,vamos falar tb dos desvios de dinheiro público, nosso dinheiro,ref , ao contorno norte , que virou transtorno na vida dos Maringaenses, hoje a obra se encontra parada, nao podemos imaginar , quando vai retomar, essas 110 entidades, tb nao se manifestou, quando os vereadores roubbbaram, surupiaram todo aquele dinheiro, da época do Jhon na licitação dos computadores, bispos e padres e pastores ,tb tem o rabo preso, afinal eles tem que encher o cofre das igrejas, afinal vão precisar muito de dinheiro p/ comprar suas passagens p/ o inferno.
enquanto esses farizeus, falam em nome do povo , esse mesmo povo, mal representado morre de fome, e morre sem atendimento médico, porque o dinheiro das verbas da saúde, é desviado p/ contas particulares, a verba da educação vai parar nas mãos de gente sem educação, e sem principios. e por ai afora. tem muito + que no momento me falha a memória,afinal não é a toa que somos conhecidos como povo desmemoriado, nao temos vergonha na cara, porque vamos morrer na fila do sus, vamos morrer ignorantes, e nao aprendemos a eleger os nossos representantes . Essas 110 entidades provou que quando quer se consegue, e ja que diz representar o povo , então vão cassar os corruptos, por que é isso que o povo realmente quer .

OBS - ONDE ESTAVA ESSAS ENTIDADES QUE REPRESENTAM A SOCIEDADE CIVIL, NO DIA QUE A CAMARA VOTOU O PROJETO DAS CASAS GEMINADAS ????

??? ONDE ???

  © GAZETA MARINGAENSE O PORTA-VOZ DA COMUNIDADE. template Configurado por Carlos Jota Silva 2010

Voltar ao TOPO