quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Zoom

Foto de Aliperti

1 comentários:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA 15 de setembro de 2011 16:26  

Lindíssima imagem!

Bateu-me uma tremenda saudade de meu torrão natal (Paranavaí), aquele do tempo dos velhos cafezais que dobravam os montes e planícies de lá, e que a geada da noite 17 para 18.07.75 (e não 18, como dizem alguns; eu trabalhava num plantão da Copel em Mamborê naquela noite; entrei às 20h de 17 e sai às 04 da manhã de 18) dizimou.

Hoje não tenho dúvidas de que era a resposta da natureza divina à queima capitalista e criminosa de café, determinada pelo governo federal da época, único comprador e exportador de toda produção pelo seu “IBC”, mas que não teve competência administrativa – aliás, como todo ente público não sabe gerenciar produções, só números e papéis que depois se veem tardiamente estavam errados – para conseguir estocar em seus enormes armazéns toda a produção cafeeira, mesmo ciente de que a produção poderia ficar estocada por até 20 anos, com pequena perda da sua qualidade...

Que no mínimo se tenha a lição como aprendida.

  © GAZETA MARINGAENSE O PORTA-VOZ DA COMUNIDADE. template Configurado por Carlos Jota Silva 2010

Voltar ao TOPO